Página inicial > Palavras-chave > Temas > Frage / Erfragte / Befragte / Gefragte / Gefragtes / fragen / (...)

Frage / Erfragte / Befragte / Gefragte / Gefragtes / fragen / Fragestellung / Fraglichkeit / Fragwürdigkeit / Fragwürdige / Fundamentalfrage / Grundfrage / Leitfrage

Frage / question / questão / pergunta / pregunta / Erfragte / le demandé / aquilo que se pergunta / ascertained / preguntado / Befragte / l’interrogé / interrogado / aquilo a que se pergunta / o perguntável / interrogated / Gefragte / Gefragtes / questionné / aquilo de que se pergunta / o perguntando / what it asks about / algo puesto en question / fragen / questionner / questionar / perguntar / to question / Fragestellung / position de la question / fazer a pergunta / colocação da questão / formulatio n of the question / Fraglichkeit / questionabilidade / Fragwürdigkeit / Fragwürdige / digne-de-question / digno-de-questão / Fundamentalfrage / Grundfrage / question-fondamentale / question fondamentale / questão fundamental / fundamental question / pregunta fundamental / Leitfrage / questão diretriz / pregunta rectora / guiding-question

Para Heidegger, nós nos movimentamos constantemente no interior de campos de problematização sedimentados, oriundos de possibilidades abertas pelo passado. Sem esses campos, não haveria nem mesmo a possibilidade de apreender uma questão enquanto questão, porque ela se colocaria fora da esfera de sentido daquilo que pode aparecer para alguém como efetivamente questionável. Tais campos sempre produzem, porém, uma espécie de soterramento de sua significação originária e de suas possibilidades futuras. Uma vez formulada uma questão e uma vez constituídos os caminhos predominantes de resposta a ela, tudo recai por assim dizer em um espaço de obviedade que acaba por atuar de uma forma obstrutiva. Não se problematiza mais o modo mesmo como a formulação foi estabelecida, nem tampouco se assume uma postura crítica em relação aos pressupostos vigentes nas respostas. Ao contrário, o máximo a que se alcança agora são pequenas modulações desses pressupostos. [MACMundo1:14]


The term Fraglichkeit which occurs in this grammatically idiosyncratic sentence as well as elsewhere has been rendered as ‘questionableness.” Retaining overtones of its normal meaning of “doubtfulness” or “uncertainty,” Fraglichkeit means for Heidegger something like “being able to be questioned,” “open to question,” or “disputable.” Note his statement earlier in the present section that “the kind of evidence found in [hermeneutics] is fundamentally labile” and thus open to question. [Buren  , nota 19 GA63  ]
FRAGE E DERIVADOS